Em três anos, dobra número de brasileiros com internet em casa

Da Reuters

Brasil tem 35,5 milhões de internautas com acesso residencial, diz pesquisa. Estudo indica que usuário brasileiro passa mais de 23 horas por mês conectado.

O número de brasileiros com algum tipo de acesso à internet em casa dobrou no período de três anos, segundo levantamento do Ibope//NetRatings divulgado nesta quinta-feira (24).

Em junho de 2005, segundo a pesquisa, eram 18,3 milhões os brasileiros com acesso residencial à web, número que em junho deste ano saltou para 35,5 milhões. O ano de 2005 também marcou o início dos incentivos fiscais do governo para a compra de microcomputadores, na chamada Lei do Bem.

Em relação ao tempo médio de navegação no mês, o salto foi de 39,8% de 2005 para cá. O tempo médio mensal em junho daquele ano era de 16 horas e 54 minutos, mas no mês passado subiu para 23 horas e 12 minutos.

O número de junho de 2008, ainda que tenha representado uma queda de 36 minutos sobre o tempo registrado em maio, mantém o Brasil como país onde a população passa mais tempo conectada, com três horas à frente do segundo colocado, a Alemanha, cujo tempo médio de navegação foi de 20 horas e 11 minutos em junho.

A queda sobre maio, na avaliação do Ibope, se deveu ao fato de junho ter um dia a menos (30 dias). O número de usuários ativos, aqueles que acessam a internet pelo menos uma vez no mês, cresceu para 22,9 milhões, ante os 18 milhões existentes em junho do ano passado e os 11,5 milhões em junho de 2005.

Os dados relativos ao primeiro trimestre de 2008 do Global Internet Trends — GNetT indicam que 41,565 milhões de pessoas com 16 anos ou mais declararam ter acesso à internet em qualquer ambiente (casa, trabalho, escola, cybercafés, bibliotecas e outros locais)..

Leia a matéria original:
http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,MUL690710-6174,00-EM+TRES+ANOS+DOBRA+NUMERO+DE+BRASILEIROS+COM+INTERNET+EM+CASA.html

.
Protótipo de turbina nacional deve ser concluído neste ano

FÁBIO AMATO
da Agência Folha, em São José dos Campos

Deve ficar pronto até o final deste ano o protótipo de uma turbina voltada para a aviação que está sendo desenvolvida pelo ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) em parceria com a empresa de engenharia Polaris. Segundo os responsáveis pelo projeto, esta vai ser a primeira turbina aeronáutica produzida no país com tecnologia 100% nacional.

A turbina, chamada de TR 3.500, tem 1,30 metro de comprimento por 54 cm de diâmetro. Movida a querosene, terá capacidade para fazer voar um avião de 1,2 tonelada, o que equivale a uma aeronave para dois passageiros. Equipada com este motor, o avião vai poder atingir velocidade de até 900 km por hora, com um alcance de mil quilômetros.

Para desenvolver o primeiro protótipo, estão sendo investidos cerca de R$ 3 milhões, sendo aproximadamente R$ 1,8 milhão de recursos públicos da Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), ligada ao Ministério da Ciência e Tecnologia. O projeto começou há um ano e meio e a previsão é que a turbina entre na fase de testes no início de 2009.

O professor do ITA Homero Santiago Maciel, coordenador do projeto, disse que o país “ainda está muito longe” de competir com grandes empresas como a Rolls Royce, uma das principais fornecedoras de turbinas para grandes aviões de passageiros. Ele apontou, porém, que a tecnologia empregada no TR 3.500 é dominada hoje por apenas oito países.

“A nossa intenção inicialmente é fornecer turbinas para aeronaves não-tripuladas, usadas para fins civis e militares específicos”, disse Maciel. Segundo ele, seu grupo já está em negociação com a Aeronáutica. Os motores equipariam aviões não-tripulados usados como alvo aéreo para testes de mísseis.

Aeronaves que fazem vigilância de grandes áreas e inspeção de linhas de transmissão de energia também podem ser equipados com a turbina, disse Maciel. Fora da área aeronáutica, o motor pode ainda gerar energia elétrica à base de gás natural, em substituição aos geradores a diesel.

Leia a matéria original:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u424039.shtml

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: