Brasileiríssimos: Os Quatis

A palavra “quati” que dá nome ao animal, vem do vocabulário tupi-guarani e quer dizer cuá de cuara ou buraco e tim, de nariz ou focinho que significa em outras palavras, o que mete o focinho nos buracos, mais precisamente, o “fuçador”.

Parentes próximos do mão-pelada ou guaxinim, os quatis pertencem ao gênero Nasua e a família dos Mustelídeos, existem espécies que vivem aos bandos e outras mais solitárias. Tem o hábito de fuçar as bromélias em busca de alimento, coisa que o fazem com incrível rapidez sem se espetar ou cair. Há quatro tipos semelhantes desse pequeno animal, encontrado em toda Mata Atlântica.

O quati possui hábitos diurnos. Assim que o dia nasce, emite sons (guincha) gritantes e começa a mover-se. Disputando ou ate se divertindo com os companheiros, ele sobe nas árvores ou sai aos saltos pelo chão com a cauda erguida. Apesar de nadar bem, não gosta muito dessa pratica. Para encontrar seu alimento, utiliza-se de suas garras grandes e fortes e de seu focinho comprido para escavar o solo em busca de minhoca, insetos e raízes. Aprecia também ovos, legumes e lagartos. À tarde se está calor o quati faz a sesta. Dorme no alto das árvores, enrolado como uma bola e não desce antes de amanhecer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: